Mostrar mensagens com a etiqueta nudism. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta nudism. Mostrar todas as mensagens

03/08/2013

Livros: Nudism

ISBN-13: 978-1-091887014
Writer: Daniel Foucard
Title: Nudism
Series: Laureli
Language: French
Place of Publication: Paris
Publisher: Inculte Editions
Year of Publication: 2013
Format: 188x140mm
Pages: 200
Binding: Paperback
Original Price: €16.00
Weight: N/A
Entry No.: N/A
Entry Date: N/A




"Simon Thomas, un jeune Écossais fraîchement diplômé d’une école prestigieuse, aime le voyage et la polémique. C’est ainsi qu’il accepte, contre toute attente, le poste de secrétaire de la droite populiste du Groenland, mouvance vaguement xénophobe et clairement sécuritaire. Il œuvre à la médiatisation de ce parti tout en se rapprochant de Panik Norton, écrivaine inuite, fille d’un leader indépendantiste. Fasciné par la belle engagée, il devient suspect aux yeux de son propre parti et doit fuir au Canada, froissé avec ses anciens compagnons de route, pour rallier un noyau d’activistes idolâtres du nucléaire civil adeptes d’actions choc. Dans un nouveau retournement surprenant, il épouse la cause nudiste avec une ferveur extrême, sans que personne ne parvienne à comprendre réellement ses motivations même s’il évoque un idéal de sincérité."

05/05/2012

Primeira Vez - 5

Lembro-me que por volta dos 12 anos frequentava uma das muitas praias na Costa da Caparica com a família e gostava muito de fazer longas caminhadas pela beira-mar, não só porque fazia exercício mas também porque sabia que uma ou duas praias para a frente se praticava naturismo. Assim sempre que ia à praia usava o pretexto do exercício para me deslocar à praia da Bela Vista. Lembro-me de ao chegar sentir uma liberdade única mesmo não tirando o fato de banho pois tinha receio que por ter 12 anos e estar sozinho alguém viesse ter comigo. Devido a este facto ansiava que os anos passassem rapidamente.

Foi então que aos 16 anos decidi que já podia fazer a viagem e ir à praia sozinho em segurança! E começou a aventura!

O dia começou cedo pois tinha de apanhar comboio, barco para cruzar o tejo, camioneta para a Costa da Caparica e finalmente o mini comboio da praia! Lembro-me como se fosse hoje, desci do comboio, andei um pouco pela areia, escolhi o sítio onde pousar as coisas e passado uns minutos chegou o momento - tirar o fato de banho. Foi a maior e melhor sensação que experimentei até hoje. Sentir o sol, o vento e mais tarde a água do mar em todo o corpo. Foi arrebatador! Desde então, e já la vão quase 12 anos, pratico sempre que posso, adoro e só tenho pena de não fazer há mais tempo mas isso não dependia de mim! Nas "nossas" praias não existem os preconceitos que há nas outras, todos estamos bem com os nossos corpos etc, respira-se um ar mais puro!

Mais tarde descobri o Meco, onde vou a maior parte das vezes, o Salto e a Ursa. Esta última, por ser perto de casa, frequentei bastantes vezes nos tempos da universidade. Que bem sabia sair das aulas em Maio, pôr-me a caminho e aproveitar uma tarde ao natural tão bem passada!

No que respeita a dificuldades sentidas posso destacar a falta de condições das praias (algo que sei que tanto a Federação como o Clube continuam a batalhar para conseguir melhorar as mesmas) e a imagem errada da opinião pública sobre o naturismo. Sendo eu de um meio conservador não pude contar nem a família nem a amigos e a situação ainda hoje se mantém. É certo que não deveria ser assim e que precisamente por esconder esta minha escolha se pode pensar de forma negativa acerca do naturismo visto que só o que é ilegal é que se esconde... Mas isto tem um preço - ter de ir sem companhia para a praia. Contudo a vontade de estar nu e o bem-estar que isso me traz supera as horas solitárias de praia!

Fica aqui o meu testemunho e quaisquer comentários serão bem-vindos!

Um abraço

Francisco



Contribui para este espaço envia a tua primeira vez para:

cncentro@gmail.com
_________________________________________________

14/10/2011

Nudismo ou Naturismo?

 O tema Nudismo e Naturismo e respectivos conceitos vivem lado a lado com uma realidade e prática que nem sempre foi consensual entre os companheiros nudo naturistas.

Numa sociedade onde se reduz correntes ideológicas, formas de viver e de estar em sociedade, grupos de opiniões e praticantes das mesmas, a siglas,  rótulos e conceitos ou preconceitos.

Torna-se fácil esquecer-nos do essencial e viver o acessório. Independentemente do que somos ou desejamos ser, importa viver essa experiência de forma plena e completa.

Só assim podemos desfrutar o Naturismo em pleno, só assim podemos levar mais além a divulgação e o desenvolvimento do Naturismo.

Deixamos um texto publicado pelo nosso Companheiro JLV na sua pagina, e esperamos pelos vossos comentários e a vossa opinião sobre o Nudismo, o Naturismo e respectivas fronteiras.

Saudações  Naturistas



Há pessoas que se afirmam Nudistas e outras preferem o termo Naturista.

Nudismo é considerado como uma doutrina higiénica que aconselha a viver ao ar livre e a praticar desportos num estado de nudez completa.
Já para Naturismo a Federação Naturista Internacional diz que é uma forma de viver em harmonia com a Natureza caracterizada pela prática da nudez coletiva, com o propósito de favorecer a auto estima, o respeito pelos outros e pelo meio ambiente.
Ora o respeito pelos outros, pelo meio ambiente e por nós próprios é comum à cidadania, apesar de sabermos que alguns cidadãos advogam tudo isso mas não o praticam… Assim sendo, qualquer pessoa que não use roupas porque assim optou, que não viva isolado da sociedade e cumpra com os seus deveres de cidadão é um naturista.
Ser naturista não é ser ecologista pois ecologia é o ramo da biologia que estuda as relações dos seres vivos com o seu meio natural. É no entanto respeitar, tal como qualquer outro cidadão o deveria fazer, os seres vivos e o seu meio ambiente.
Ser naturista não é ser vegetariano, mas é respeitar as opções dos outros.
Ser naturista é ser cidadão que prefere não usar roupas e assim o faz sempre que a sociedade e o clima o permitam. Ser naturista é ser um cidadão igual aos outros com a particularidade de ser um indivíduo que não tem qualquer contrariedade psicológica em não usar roupas perante outros indivíduos.
Então se a diferença entre cidadão naturista e cidadão não naturista é apenas a preferência por andar despido porque não ser apenas nudista?
Porque a nudez, desde há muitos séculos, tem sido tratada como algo impróprio do ser humano. Curiosamente o ser humano, tal como todos os outros animais… nasce nu… De acordo com a Teoria da Evolução de Darwin o Homem aparece nu… No Mito da Criação, Deus concebe o homem à sua imagem… o homem andava nu no paraíso… e conversava com Deus.
A nudez como algo impróprio do ser humano será antes uma forma de controlar o próprio ser humano. Ao cobrir um ser humano, a única coisa que estamos a fazer é a retirar-lhe a sua própria identidade. Veja-se o que sucedeu com os índios do Brasil ou com os escravos oriundos de África.
O termo Naturista surge para retirar toda a carga negativa em volta da palavra Nudista. A carga negativa da palavra nudez é já muito antiga e está demasiado implementada na sociedade, daí se ter optado por apelidar os nudistas de naturistas, retirando desta forma o conceito negativo da palavra nudez.
Mas nudez nada tem de negativo, muito pelo contrário. Então porque não mudar a carga da palavra em vez de a substituir? Porque é mais fácil criar um novo conceito que mudar mentalidades. Em especial as mentalidades que não querem ser mudadas. Mentalidades de pessoas que apenas conhecem uma realidade fortemente incrustada por repressões psicológicas e até mesmo físicas, implementada logo desde tenra idade.
Pessoalmente, prefiro o termo Naturista. Não tem a ver com moda porque ser naturista não é estar na moda… andar nu é algo que existe desde sempre… É antes adaptação. Tudo evolui. A evolução do termo nudista para naturista tem a ver com a inclusão do nudismo na cidadania. Como referi no início, ser naturista é andar nu (quando assim se pode fazer) respeitando os outros, o meio ambiente e a nós mesmos. Deste modo, aquele que se despe por opção deixa de estar conotado com tudo aquilo com que os pseudopuritanos carregaram a nudez e passa a ser um cidadão como qualquer outro que apenas não tem problema em se mostrar tal como nasceu, tal como é.
Poderia dizer que prefiro o termo nudista porque, tal como não me choca que outros vejam o meu corpo, pois não tenho outro e este é o que me identifica enquanto ser único, também não me importaria com o que os outros pudessem pensar acerca da carga negativa da nudez e que eu teria de carregar sendo nudista. Mas nada disso. O termo evoluiu; eu sou flexível; o termo adaptou-se; logo, eu me adaptei.
Considero que esta evolução é benéfica para o Naturismo e seus praticantes e daí usar o termo Naturista em detrimento de Nudista. Talvez seja apenas o meu subconsciente a dizer-me que nudista é mau, talvez eu não tenha ultrapassado todos os recalcamentos impostos pela minha educação judaico-cristã.
Não interessa, acho verdadeiramente que Naturista me assenta melhor pois gosto de me respeitar, respeitar os outros e respeitar o meio ambiente no qual me movo. Além de gostar de receber as sensações por inteiro.
Eu não sou apenas um ser nu, eu sou um Ser Natural.


Publicado em:


Foto: Retirada do artigo
______________________________________________

01/09/2011

Planeta Azul

Foi publicado no Portal Planeta Azul um roteiro das praias Naturistas do qual deixamos aqui o link:

Roteiros Praias Naturistas
______________________________________________




28/07/2011

Site FPN actualizada.

link
Informamos que os contactos do Clube Naturista do Centro na pagina da Federação já se encontram devidamente actualizados.

O calendário do Clube no site da Federação passa a conter apenas o link para o calendário do Clube em:
http://www.cncentro.org/calendario
______________________________________________

Portugal Naturista - Playas Nudistas en Lisboa y Algarve

Um site em desenvolvimento escrito em castelhano segundo os autores por já existir muita informação em Português.

19/07/2011

NUwsletter Nº 19

1 – 23 de Julho – Encontro de praia:
A partir das 10H00 realiza-se mais um encontro de praia do CNC, em plena serra de Sintra.
Visitaremos a Praia da Adraga (tolerada)
Coordenadas gps  N 40.327529 W 8.823395'



2 – Classificados:
Com o objectivo de permitir aos nossos associados um espaço para compra, venda, troca e prestação de serviços está disponível no site do Clube uma página de classificados.





3 – Site do CNC:
Fez ontem um mês que foi inaugurado o novo site do CNC.
Ao longo deste período foram introduzidos melhoramentos e mais informação, nomeadamente o espaço para o “O Natural” que conta já com os números deste ano.


4 – Publicidade:
O site do Clube disponibiliza um espaço para publicidade que será oferecida aos nossos Associados com espaços naturistas até ao final do ano e…  (“ler mais…”)








Saudações Naturistas
_______________________________